Artigos, Homenagens › 24/07/2019

Nota de Falecimento e Condolências

Informamos com pesar o falecimento do nosso querido Padre Léo Pessini.
Aos que desejarem prestar as últimas homenagens, comunicamos que seu corpo será velado no dia 25 de julho, à partir das 07h30 na Igreja São Camilo de Léllis, situada na Rua Inácio Cervantes, 856 – Parque Ipê – São Paulo – SP, Paróquia Nossa Senhora de Nazaré.
Em seguida, às 09h00 teremos Santa Missa de corpo presente presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa, OFM.
Após a missa haverá o translado do corpo para a Igreja Nossa Senhora do Rosário, Vila Pompéia, São Paulo/SP.

Padre Léo Pessini, Deus te acolha no reino da glória. Gratidão pela sua vida. Nossa Paróquia eleva nesse dia uma prece de ação de graças pedindo ao Senhor que te acolha entre os eleitos do céu. Descanse em paz.

Paróquia Nossa Senhora de Nazaré.

 

Na madrugada desta quarta-feira, 24, no Hospital São Camilo de Granja Viana (SP), faleceu o padre Leocir Pessini, superior-geral da Ordem dos Ministros dos Enfermos. O velório acontecerá nesta quinta-feira, 25, às 12h, na Igreja Nossa Senhora do Rosário, de Vila Pompéia (SP). Na sexta-feira, 26, às 9h, será celebrada a missa de corpo presente.

Padre Leocir nasceu em 14 de maio de 1956, na cidade de Ibicaré/SC. Ainda na infância, seus pais mudaram-se para a cidade de Arroio Trinta/SC e depois para Iomerê/SC. O sacerdote ingressou no seminário São Camilo em Iomerê/SC e lá iniciou o noviciado, em 25 de janeiro de 1974. A primeira profissão religiosa na Ordem dos Ministros dos Enfermos foi em 26 de janeiro de 1975.

A profissão perpétua aconteceu em 25 de janeiro de 1978, seguida da ordenação diaconal em 21 de fevereiro de 1980 e a ordenação presbiteral em 23 de outubro de 1980, por Dom Paulo Evaristo Arns. Padre Leocir era graduado em Filosofia pelo Centro Universitário N. Sra. da Assunção e em Teologia pela Pontifícia Universidade Salesiana de Roma. O sacerdote era mestre em Teologia Moral pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP e doutor em Teologia Moral pela mesma universidade.

O superior-geral dos Camilianos realizou, ainda, pesquisa pós-doutoral em bioética pelo Centro de Bioética James Drane, da Edinboro University of Pennsylvania, nos EUA. Foi professor no Programa de Bioética do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo, e professor colaborador da Universidade do Vale do Sapucaí – Univás.

Entre suas obras, a trilogia sobre bioética de final de vida é um dos destaques: “Distanásia: até quando investir sem agredir” (Loyola, 2a.ed., 2007), “Eutanásia: por que abreviar a vida” (Loyola, 2005) e “Humanização e cuidados paliativos” (Coord., 6a.ed., 2014). Para uma visão geral da bioética, escreveu ainda “Problemas atuais de bioética” (Ed. Loyola, 11a.ed., 2014). O sacerdote tornou-se um grande referencial em bioética no Brasil.

Padre Leo Pessini exerceu em suas atividades como religioso a função de diretor do Instituto Camiliano de Pastoral da Saúde (ICAPS); Capelão do Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo; superintendente da união social camiliana; vice-reitor do centro universitário São Camilo; conselheiro provincial; e provincial da Província Camiliana Brasileira por quatro anos e superior-geral da Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos) desde junho de 2014.

Fonte: https://noticias.cancaonova.com/igreja/morre-padre-leocir-pessini-superior-geral-dos-camilianos/

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.